domingo, fevereiro 19, 2006

cinzas



Abraço as cinzas
Foges-me, esvais-te no meu corpo
Aperto-te ainda mais.
Consciente perco-te.
Não fico mais, não espero mais,
Não te dei espaço.
Esperei as cinzas…
Recuo no tempo
Já não te sinto.
Vejo-me cansada de me dar
Exausta de… nada.
Arrefeci os sentimentos
Deixei que se apagassem,
Lentamente, sem dor.
Restam as cinzas… do nada.

7 Comments:

Anonymous muitoatento said...

mesmo que cinzas...
busca-as. recupera-as,recua, mas apanha-as.
nunca, por nunca te canses de te dar... sobretudo nunca deixes que os sentimentos arrefeçam em ti.
VIVE

9:51 da tarde  
Blogger alexiaa said...

Eu digo que as lançes ao mar numa cerimonia de emoções mas se assim tiver que ser...definitivamente!
Suponho que as vezes seja necessário fazermos um "funeral" para redescobrir sentimentos arrefecidos...
Beijo

9:34 da tarde  
Anonymous oaoj said...

Eu aconselho-te que as deites ao rio...ao sabor da corrente...e... deixá-las ir, saltitando em cristais de espuma... de água talvez pouco cristalina.

10:07 da manhã  
Anonymous Escorpião said...

é só para dizer...
obrigado pela força e é com IMENSA alegria que desejo uma muito boa noite

10:48 da tarde  
Blogger Pharaoh said...

sim, realmente a ausência estabeleçe com a presença esse tipo de ambiguidade, como se de cinzas e adubo se tratassem.
como ponto comum, talvez a certeza de que já não seremos o ontem, e os amanhãs esses, não mais serão que a consciente formalização dos presentes que construímos, umas vezes num sorriso, outras numa lágrima, mas sempre e sempre em todos os dias da nossa vida.

é difiçil comentar um texto assim, pautado pela ausência e pela consternação ou constatação desta, mas se o faço, que seja com o intuito de realçar um aspecto fundamental,,, é que o nada é sempre figurativo,,, se não o for, será então sempre construtivo,,, :))



beijinhos e um td de bom para ti

12:52 da manhã  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Imensa,
O amor é um mistério que se pode solidificar numa relação quase perfeita ou evaporar-se com o tempo e a distância.
Bom fds.
Bjs.

12:36 da manhã  
Anonymous Insolente said...

é triste deixar cair os sentimentos na fogueira se for para de lá sairem cinzas... ora entao um grande bem haja

11:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Escreva!
Escreva!