terça-feira, janeiro 03, 2006

...



olho para ti e vejo-me
tu e eu nessa viagem alucinante.
passou o tempo, o corpo lembra-se do principio de tudo
amada, venerada...
e o que ficou?

tudo, sobre o sabor de um nada.
as tuas ligeiras particulas marcam-me,
teimam em ficar e eu cedo no deixar.
é bom partilhares o meu corpo.

fica até quando quiseres...

2 Comments:

Anonymous oaoj said...

"eu" ficaria até um dia...porque nada é eterno...tudo se transforma...e assim começa um novo ciclo de emoções...de vivências...de renovações...

4:35 da tarde  
Blogger alexiaa said...

O abandono...aquele em que nós podemos optar por fechar os olhos e flutuar nos desejos alheios...

Beijo

12:49 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Escreva!
Escreva!