segunda-feira, outubro 16, 2006

povo


fotógrafo: bob sacha

Mostrem a folia que vos move
Dancem corpos, pulem almas
Elevem vozes, morram elites
Corram ideologias, selem guerras
Girem angustias, lavem-se sociedades
Gritem por dentro, gritem adentro
Movam mares, revoltem terras
Mas gritem bem alto
Que o povo não está MORTO!

Vivam a anarquia, beba-se a moral
Entornem-se valores, alimentem-se os diálogos
Devorem a palavra, exaustem os silêncios
Façam-se ouvir bem alto
O POVO NÃO ESTÁ MORTO!

5 Comments:

Blogger Tacitus said...

Às vezes parece que ele está mesmo morto...ou pelo menos adormecido. Raramente se move por causas e quase sempre por interesse. O poema está delicioso, as usual. Boa semana!

11:29 da manhã  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

imensa,
Com esta música que tens a tocar na tua rádio, é impossivel não haver folia, e não mover, nem deixar de dançar.
Bjo.

11:20 da tarde  
Anonymous Pensamentos said...

Este post fez-me cheira a vida...
Andamos todosos dias presos, precisamos de nos libertar. Hoje vou fazer isso!

6:39 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Imensa
obrigado pela visita.
O povo não está com certeza, o povão não sei... :)
um beijo
daniel

8:41 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Imensa
Fiquei curioso sobre teres lido o meu livro? Onde? Como?
Um beijo
Daniel

12:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Escreva!
Escreva!